BB Ações Energia

Para você que deseja investir em ações de empresas do setor de energia com a comodidade de um fundo de investimento que oferece liquidez e rentabilidade diárias, sendo destinado a clientes pessoas físicas e jurídicas.

Este fundo tem como objetivo compor uma carteira de ativos direcionada para as ações de emissão de empresas do setor de energia.



Informações
Aplicação inicial 200,00
Aplicações subsequentes 200,00
Resgate 200,00
Saldo mínimo 200,00
Cota aplicação D + 01
Cota resgate D + 01
Crédito em conta corrente D + 03
Horário limite de movimentação (horário de Brasília) 17:00
Aplicação e resgate programado Sim
Opção de resgate automático Nao
Grau de risco Alto
Data de início de funcionamento 16/10/1997
Taxa de administração (a.a) 2,00%
Taxa de Saída (*) -
Taxa de Performance (*) -
Categoria ANBIMA Ações Setoriais

A carteira do FUNDO é gerida e administrada pela BB Gestão de Recursos - Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. - BB DTVM.

Conheça a
BB DTVM

Confira aqui:

Notas:
  • Leia o Formulário de Informações Complementares, a Lâmina de Informações Essenciais, se houver; e o regulamento antes de investir.
  • Rentabilidade obtida no passado não representa garantia de resultados futuros.
  • As rentabilidades dos fundos de investimento divulgadas não são líquidas de impostos e, quando existente, de taxa de saída.
  • O investimento em Fundo não é garantido pelo Fundo Garantidor de Crédito.
  • Para avaliação da performance de um fundo de investimento é recomendável uma análise do período de, no mínimo, 12 (doze) meses.
  • Os documentos informe diário, balancete e perfil mensal do fundo estão disponíveis no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).
  • Os Fundos de Investimento estão sujeitos aos principais riscos a seguir, sendo que o detalhamento encontra-se no Regulamento do Fundo:
    (i) Risco de Mercado: resultante da flutuação nos valores de mercado de instrumentos que compõem a carteira do fundo;
    (ii) Risco de Crédito: ocorrência associada aos emissores dos ativos financeiros e/ou das contrapartes não cumprirem suas obrigações de pagamento e/ou de liquidação das operações contratadas;
    (iii) Risco de Liquidez: dificuldade imediata de disponibilizar recursos para honrar o pagamento de resgates e/ou despesas, sem incorrer em perdas significativas na venda de ativos.